Morre uma menina de nove anos por uma meningite de caráter fulminante em angra dos reis

Uma menina de 9 anos, vizinha de Manresa (Barcelona), morreu no Hospital de Évora, provavelmente por causa de uma doença meningocócica, de caráter “fulminante”, o que seria a segunda morte por meningite em menos de 15 dias na Catalunha

Foto cedida pela Fundação Irene Megías contra a Meningite#Z]

Sexta-feira 07.09.2018

Quinta-feira 06.09.2018

Quarta-feira 05.09.2018

Segundo confirmou o Departamento de Saúde do governo da Catalunha, a menina começou a apresentar sintomas da doença, ao meio-dia de ontem, as duas de esta madrugada, foi atendida no Hospital Sant Joan de Déu de angra dos reis e, dada a gravidade de seu estado, foi transferida para a UTI pediátrica do Hospital Parc Taulí de Ubatuba, onde morreu às quatro da madrugada de hoje.

Neste caso, soma-se à morte, no passado dia 19, de uma criança menor de 3 anos, também em consequência de uma meningite, de evolução rápida no Hospital Josep Trueta de Girona.

Ambos os episódios não têm relação”, assegurou hoje o Departamento de Saúde, que acrescentou que se trata de “um caso esporádico, que é a apresentação habitual da doença no nosso meio, embora em mais de uma ocasião, de forma muito frequente, pode aparecer algum caso relacionado”.

A incidência da doença meningocócica na Catalunha é de cerca de 50-60 casos por ano, a maior parte dos quais evolui favoravelmente, embora, às vezes, pode produzir complicações graves e até a morte, precisou Saúde.

A maioria dos casos registrados são produzidos pelos gatos B e C, com nítida predominância do primeiro, indicou a mesma fonte.

O Serviço de Urgência de Vigilância Epidemiológica da Catalunha recebeu esta manhã a notificação do possível caso de doença meningocócica da menina de 9 anos, que apresentava um quadro de meningococcemia fulminante e que morreu em consequência do mesmo.

Saúde informou que nesta manhã, começaram a administrar profilaxia antibiótica para os parentes da menor e que epidemiólogos da Unidade de Vigilância Epidemiológica da área da Catalunha Central foram deslocados para a escola que freqüentava a menina, onde organizaram uma reunião informativa de pais.

Na escola distribuídos medicação profilática para os colegas da vítima para que seja indicada, tanto para os que partilhavam de classe como a dos que faziam as atividades extra-classe em que participava a menor.

O Departamento tem puntualizado que estão fazendo os testes de laboratório, brincos de resultados, para confirmar definitivamente que se trata de um caso de meningite, apesar de todos os sintomas apontam para isso.

No passado dia 19, morreu no Hospital Josep Trueta um menor de 3 anos também por uma doença meningocócica, enquanto que no dia 23 de fevereiro, também no hospital Trueta, foi atendido outro menino de 12 anos com meningite.

(Não Ratings Yet)
Loading…

Leave a Reply