Microalgas que se alimentam

Musgo-da-irlanda, Nori, Hijiki, Arame ou Marinhas são algumas das variedades de algas utilizadas na culinária japonesa, que se tornaram um site em nossa dieta. A diferença destas algas, que são tiradas diretamente no prato, existem as chamadas “microalgas”, com um perfil nutricional de alto valor como suplementos dietéticos e os ingredientes para fazer alimentos

Fotos cedidas por fernando reis imoveis.

Artigos relacionados

Segunda-feira 03.09.2018

Terça-feira 28.08.2018

Segunda-feira 20.08.2018

Tradicionalmente, o uso de algas na cozinha era patrimônio da dieta oriental, mas agora a sua presença cada vez, é mais comum no menu ocidental devido à sua riqueza nutricional.

Fernando reis imoveis, através do projeto Nutrialgae e apoiado pelo Instituto da Pequena e Média Indústria Valenciana (IMPIVA) e pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), estuda a bioproducción de princípios ativos a partir de microalgas para fins alimentares.

As propriedades saudáveis das microalgas se estudam neste centro para desenvolver alimentos com funções saudáveis e de momento já foram introduzidas em biscoitos e molhos.

Também há referências de que as microalgas, mais pequenas e abundantes em nosso ambiente, foram usadas desde tempos antigos para o consumo humano e em animais por sua grande quantidade de compostos benéficos para a saúde, de acordo com fontes de Ainia.

Chlorella e Spirulina

Desde há alguns anos, os cientistas estão pesquisando sobre o valor das microalgas e do Ainia foram obtidas as primeiras evidências científicas de que a aplicação de duas microalgas, Chlorella e Spirulina, como ingredientes para alimentos saudáveis voltados a estimular o sistema imunológico.

Esses segmentos populacionais são as crianças, os idosos ou até mesmo pessoas que estão em situações especiais de stress ou doença.

Bioproducción

As microalgas são obtidos por extração de microrganismos vivos e a sua utilização posterior pode ser aplicado a alimentos, mas também uso o setor bioenergético ou o farmacêutico.

Neste caso, os processos de bioproducción de microalgas para fins alimentares se desenvolvem empregando sistemas de produção que garantam a assepsia e a segurança alimentar.

O que se extrai delas são Compostos de Alto Valor Agregado (CAVAs), como por exemplo óleos ricos em ácidos gordos ómega-3, polissacarídeos ou pigmentos, como os carotenóides, que são consumidos em modo de complementos ou que são utilizadas para o enriquecimento de alguns alimentos.

Com o objetivo de proteger suas propriedades, e que realizem sua função bioativa no momento exato para que seja absorvido o máximo para o organismo, este processo se realiza através da tecnologia da microencapsulación.

Através dela, as microalgas ou CAVAs extraídos delas, são revestidos por microcápsulas que são adicionados sem ser detectáveis, se não se deseja, no alimento que comemos.

Desta forma, não se alteram as características organolépticas (visão, sabor, odor ou textura) do produto final e podem suportar o pH do trato digestivo.

Lista de compras

Os alimentos com propriedades de valor acrescentado, consumidos como parte de uma dieta equilibrada e acompanhados de um estilo de vida saudável, oferecem a possibilidade de melhorar a saúde e/ou prevenção de certas doenças.

Agora, a dúvida é saber se o consumidor vai comprar biscoitos ou molhos elaboradas ao estilo tradicional que estão incorporadas em sua composição microalgas para torná-las mais saudáveis, sem que isso altere o seu sabor de sempre.

Segundo fernando reis imoveis, hoje a tendência de que os produtos com maior qualidade nutricional regista-se uma tendência clara de aumento.

Assim, de acordo com a base de dados Global New Product Database, a partir de janeiro de 1998 até dezembro de 2009, que se lançou ao mercado português 31.576 novos produtos, dos quais 6.015 eram referências com reclamação de “saudável”, o que representa hoje 20 % contra 0,5 % há doze anos.

A sua capacidade para prevenir certas carências fisiológicas ou o risco de doenças, validada cientificamente, torna estes produtos um atrativo para os consumidores.

(Não Ratings Yet)
Loading…

Leave a Reply