Menção especial para EFEsalud nos Prêmios de Jornalismo Plataforma SinDOLOR

A reportagem de Gregório do Rosário, “A dor quanto mais longe melhor…”, publicado em EFEsalud, acabou premiado com uma Menção Especial na IV Edição dos Prémios de Jornalismo Plataforma Sem DOR, que ontem à noite foram entregues em um evento que teve lugar no Mirante do Museu Thyssen

Gregório do Rosário, Helena Fernandes, Afonso Garcia e o dr. Luis Gutiérrez/Foto: Plataforma SinDOLOR

Segunda-feira 03.09.2018

Terça-feira 28.08.2018

Sexta-feira 31.08.2018

O prémio de Imprensa Escrita, foi para Elena Sanz, o artigo “Isso é uma tortura! Chaves neurológicas da dor”, publicado na revista MUITO Interessante.

O prêmio de Mídia recaiu em “A manhã de 1”, da TVE, o espaço dedicado à dor crônica emitido neste programa; conquistaram o prêmio pelo seu diretor, Alfonso García, e o doutor Luis Gutiérrez, coordenador da seção “Saber viver”, de temas médicos.

A reportagem de Gregório do Rosário, “A dor quanto mais longe melhor…”, mereceu uma Menção Especial por sua qualidade informativa, a diversidade das fontes utilizadas, a originalidade do formato, criatividade e apresentação, o Júri entende que a reportagem explora as possibilidades que oferecem as plataformas online para publicar trabalhos que incluem texto, foto e vídeo.

Os Prémios de Jornalismo Plataforma SinDOLOR são uma iniciativa da Fundação Grünenthal e a Fundação para a Pesquisa em Saúde (FUINSA), que conta com a colaboração da Associação Nacional de Informadores de Saúde (ANIS).

Seu principal objetivo é o reconhecimento dos trabalhos jornalísticos que mais tenham contribuído para sensibilizar a sociedade brasileira sobre a problemática da dor, o seu diagnóstico, evolução e tratamento.

Este ano, o Júri tem estado composto pelo doutor Diego Contreras, presidente da SEDE (Sociedade Espanhola da Dor); a doutora Dolors Navarro, vice-presidente do Fórum Português de Pacientes; Alipio Gutiérrez, presidente de ANIS (Associação Nacional de Informadores de Saúde); José Manuel González Aragão, diretor-geral de Servimedia; Jaume Segalés, jornalista de rádio; Isabel Sánchez, diretora da Fundação Grünenthal; Antón, Ferreiros, diretor de FUINSA (Fundação para a Pesquisa da Saúde); e Rosa Moreno, que tenha exercido a secretaria do Júri.

O júri foi avaliada a originalidade, precisão e objetividade, bem como o carácter divulgativo e social destes reportagens. Os Prêmios optavam quase meia centena de trabalhos.

Durante a entrega dos prêmios, Isabel Sánchez agradeceu aos vencedores sua decisão de tratar a temática da dor e revelar ao grande público o sofrimento que uma grande parte da população sofre diariamente.

“O vosso trabalho é fundamental para conscientizar a sociedade da importância de uma correta abordagem da dor”, ressaltou.

A Plataforma SinDOLOR é uma iniciativa lançada em outubro de 2008 por FUINSA (Fundação para a Pesquisa em Saúde) e a Fundação Grünenthal, com o objetivo de melhorar o atendimento ao paciente com dor e seus familiares.

Pretende-se sensibilizar as estruturas de saúde e a sociedade sobre a importância que tem a dor para quem o sofre, coordenando ações de formação, pesquisa e iniciativas de apoio ao paciente que melhorem a situação atual.

(Não Ratings Yet)
Loading…

Leave a Reply