Madrid e Catalunha, a cabeça de transplantes com órgãos de outras comunidades

21 por cento dos transplantes que se realizam em Portugal ocorrem com órgãos provenientes de pessoas de comunidades diferentes no hospital, onde se leva a cabo a operação, sendo Madrid -280 – e Catalunha -155 – as comunidades onde a troca é maior

Rafael Matesanz, diretor da Organização Nacional de Transplantes (ONT). em uma imagem de 2011, em Santander. EFE/Esteban Cobo.

Sexta-feira 07.09.2018

Quinta-feira 06.09.2018

Quarta-feira 05.09.2018

Assim o anunciou hoje o diretor da Organização Nacional de Transplantes (ONT), Rafael Matesanz, em uma conferência de imprensa em que destacou que em nosso país “não é uma condição que para transplantar a um cidadão de outra comunidade tenha que vir com o órgão posto”.

Foi especificado que há “regras de distribuição de órgãos e transplantes “mais complicados” costumam ser realizadas por equipes que estão precisamente em Madrid e da Catalunha, onde podem operar pacientes de outra comunidade autônoma.

No lado contrário, comunidade autónoma de Castela e Leão (aportou 144 órgãos e recebeu 13), Castilla-La Mancha (aportou 83) e da Comunidade Valenciana (78 em frente a 46) foram as comunidades que no ano passado, enviaram mais órgãos para outras comunidades.

“Tudo se baseia em base a uma circulação de pacientes e de órgãos”, disse Matesanz, que também foi subtraído importância para que a crise afeta os transplantes em Portugal, uma situação que tem acontecido na Grécia ou em Portugal.

Além disso, salientou que Portugal continua a ocupar-se de forma ininterrupta desde há 21 anos a liderança mundial em transplantes de órgãos, com 86.180 realizados.

Por sua parte, a secretária-geral da Saúde, Pilar Farjas, destacou que em 2012 registou-se uma taxa de 34,8 doadores por milhão de população e agradeceu a “generosidade” dos cidadãos e a “grande participação” dos profissionais que integram a rede trasplantadora.

“O altruísmo, a solidariedade e a equidade” são para Farjas os princípios éticos que há que manter o modelo português de transplantação.

Matesanz, destacou que a doação de asistolia ou por parada cardíaca , foi registrado um aumento de 40 %, com um total de 161 doadores contra os 117 registrados em 2011, e representa a principal via de expansão” entre a doação proveniente de uma pessoa falecida e compensou a descida de pessoas que perdem a vida por acidente de trânsito ou por morte cerebral.

Os 89 anos é a idade máxima, para doadores de rim e fígado, 79 anos para coração, 71, pulmão e 54 para o pâncreas.

Em relação aos hospitais, o que maior número de doadores recebeu foi o Doze de Outubro de Madrid e o recorde de actividade teve lugar no passado dia 2 de junho, quando dez famílias de mortos permitiram salvar sete pacientes na “urgência zero” no mesmo dia, participando 26 hospitais de dez comunidades.

Além disso, em 2 de julho de Espanha atingiu um novo recorde de atividade trasplantadora em 24 horas, com um total de 36 transplantes graças às 18 doadores, quatro deles vivos.

Por comunidades autónomas, as do norte continuam apresentando uma taxa de doação, encabeçando o ranking pela primeira vez Castela e Leão, com 51,1 doadores por milhão de população (pmp), e cresceu 10 pontos em sua taxa de doação em relação ao ano anterior.

Catalunha encabeça a atividade trasplantadora por comunidades com um total de 872, seguida de Madrid (764), Andaluzia (734), Comunidade Valenciana (411) e Galiza (294).

A catalunha é a comunidade autónoma mais transplantes renais (559 no total) e pulmonares (66) foram realizados e Andaluzia registra o maior número de transplantes hepáticos de toda a Espanha (203), enquanto que Madrid concentra o maior número de transplantes cardíacos (54), pâncreas (27) e intestino (8).

O quadro seguinte inclui o número de doadores por comunidades autónomas:

CC.AA20112012Andalucía308305Aragón4834Asturias5048baleares3742canarias7356cantabria4027castilla-A Mancha6058Castilla e León106130Cataluña238228Com. Valenciana166178Extremadura3831Galicia 87 10087100La Rioja 20 132013Madrid 215 236215236Murcia 57 545754Navarra 21 122112País Vasco 100 8910089Ciudad Autónoma de Ceuta 1 111Ciudad Autónoma da Madeira * 2 121TOTAL1.6671.643 (Não Ratings Yet)
Loading…

Leave a Reply