Limpa as mãos, os pés secos e não sexual. O objectivo? Evitar constipações

EFE

Artigos relacionados

Quarta-feira 15.07.2015

Quinta-feira 04.12.2014

Segunda-feira 10.02.2014

Segunda-feira 20.01.2014

Quarta-feira 15.01.2014

Assim o asseguram à EFE fontes do Colégio de Farmacêuticos de Valência (MICOF), que recomendam o rastreamento de hábitos saudáveis para evitar os temidos catarros com o outono recém-inaugurado e o inverno ao virar da esquina.

O resfriado ou catarro é uma infecção viral, em geral, de curso leve, do sistema respiratório que afeta pessoas de todas as idades, é altamente contagiosa e causada, fundamentalmente, por o rinovirus e coronavírus.

As mudanças bruscas de temperatura e o estresse podem causar os primeiros sintomas, como espirros, corrimento ou nariz entupido, dor de cabeça, gotejamento, olhos lacrimejantes, coceira, dor ou catarro na garganta, tosse, cansaço e uma sensação de mal-estar geral.

Recomendações

O Colégio de Farmacêuticos de Valência, destaca-se a importância de lavar as mãos frequentemente e da maneira correta. “Há que friccioná-los bem com sabão, e ao menos durante 20 segundos”, diz Desirée Ruiz, Vocal de serviços profissionais do MICOF.

Além disso, aconselham evitar espirrar nas mãos para não contribuir para o contágio, e a utilização de lenços de papel descartáveis, tanto para soprar como para a oportunidade de tapar a boca diante de um espirro e tosse, que devem ser utilizados apenas uma vez, e apresentá-los em um saco que foi ate.

Também é importante “manter os pés sempre secos, arejar os quartos e evitar tocar a face, já que os olhos, o nariz e a boca são as zonas do corpo mais sensíveis para a entrada de vírus”, de acordo com Ruiz.

Tratamento

Quanto ao tratamento, lembre-se que no caso do resfriado “não existe vacina nem tratamento eficaz etiológico, por que as alternativas disponíveis limitam-se exclusivamente ao controle dos sintomas”.

Desde o MICOF apontam o estresse como uma das causas mais frequentes, devido a que enfraquece o sistema imunológico, assim como o álcool e o tabaco.

“É importante descansar e manter uma alimentação equilibrada que lhe forneça os nutrientes essenciais para manter suas defesas altas e evitar substâncias nocivas”, de acordo com Ruiz, que também aconselha beber abundantes líquidos, como sucos, caldos ou infusões para proteger o organismo contra possíveis agressões externas.

Os farmacêuticos também destacam a importância de dormir entre 7 e 8 horas e não sexual, bem como de consultar sempre em farmácias perante o aparecimento dos primeiros sintomas.

“Devemos lembrar que os antibióticos eliminam as bactérias, os vírus, além de causar um desequilíbrio na flora intestinal, que por sua vez altera as funções imunológicas ou de defesas do organismo. Por isso, é muito importante procurar sempre orientação profissional para não agravar o processo”, concluem.

(Não Ratings Yet)
Loading…

Leave a Reply